bacios

no momento em que aquele seu olhar chega até o meu sempre distraído
é como se amanhecesse de repente.

e é o seu que é meu e o meu que é seu
na nossa casa alaranjada
com janelas cor de jardim
com portas azul ciano e a nossa música
a tocar
repetidamente
quando um amigo assim chegar.

no dia em que aquele passarinho ao pé do meu ouvido balbuciou que você era o pedaço que faltava aqui, entendi que tudo tem a hora certa para começar, justamente para nunca acabar.

e agora que nós colamos com cola o que antes colamos com fita adesiva, na empolgação dos primeiros dias que depois se tornaram semanas e então meses, nada mais poderá nos afetar. são os toquinhos de madeira amarela que juntamos pouco a pouco desde aquele seu olhar e assim vai até o dia em que formaremos nosso mundinho, nosso palácio, meu pilar.

Anúncios