sua música

foram muitos anos sem ouvir a nossa música.

8 anos para ser exata. foram oito sem ter coragem de ouví-la. talvez por medo de lembrar da noite em que você dirigia compulsivamente pela via expressa, destilando palavras desconexas e vazias diante da minha realidade, afinal, nada do que você dizia existia. e você não acreditava no que eu te contava. e o vazio das ruas do centro que percorríamos encheram nosso momento de medo, rancor. puro rancor de futilidades de três meses anteriores que de nada valeram nem antes nem depois. mas agora a nossa música ressurge e com ela, surge a lembrança da sua volta, quando você, tempos depois, expressou o quanto entendera tardiamente todo aquele desconcerto e me deu de presente a certeza de que tudo dá certo. agora a mesma música de 8 anos atrás remontam todos esses oito e as oito notas e os oito amores que senti por ti. com um inesperado conforto e com a certeza de que todo aquele tempo nos tornou o que somos hoje – melhores em tudo. e essa é a sua música. a minha. e ela é tão linda quanto tudo o que você fazia por mim. a melodia não combina muito com o que estou acostumada a ouvir – confesso. mas ela é linda. como os cds com capinhas desenhadas que você fazia pra mim. como os balões em forma de coração que voavam na caixa de presentes daquele 12 de junho. éramos muito novos porém não menos sonhadores. foram anos difíceis que se tornaram os mais doces. não há como esquecer dos pacotes de bala que você insistia em comprar, nem da sua mania por usar camisetas coloridas. era fofo. e de todos os desencontros dessa vida, o nosso sempre é o mais bonito.

Anúncios