viver belo horizonte

no emaranhado de sonhos encontro o sentido para muitas das coisas que passeiam como nuvens de anis diante dos meus pensamentos. todos os dias espero pelo amarelo, que passa pelos meus olhos nas noites em que a chuva insiste cair lá fora; pelo verde musgo da minha janela, cada dia mais forte e vivo; pelo caminho desconexo dos recortes de papéis que tenho dentro da gaveta, esperando um tiquinho de cola para de lá sair e não mais voltar.

percorro a cidade resgatando o céu. belo horizonte é como todas as manhãs limpas, daquelas que têm andorinhas azul chumbo percorrendo sem fim pelo vento laranja da primavera.

Anúncios