algo de bom

ouvi dizer que quando achamos que as pessoas com quem convivemos e até aquelas que apenas conhecemos “de vista” estão muito bem é porque, na verdade, quem está bem somos nós mesmos. quando você paira os olhos sobre o cenário geral e tudo parece estar certo, exatamente certo, e muito, muito feliz, é sinal de que a paz vem primeiro dentro de você.

o café do refeitório em que trabalho não está mais amargo, arrisquei tomar dois copinhos até. os cabelos da mocinha da recepção estão cada dia mais reluzente, recomendei um creme tiro e queda para manter o brilho. achei o taxista mais solícito do que de costume e pedi que voltasse na próxima viagem. não temi os buracos na calçada e subi corajosa a joão pinheiro usando salto alto. o carteiro chegou minutos antes e quem realizou a entrega hoje fui eu: dei a ele um pedaço do bolo de abacaxi que a minha mãe fez de manhã. torci para que o namorado encontrasse uma equipe de jiu-jitsu nova e mais rápido do que esperávamos isso aconteceu. vamos realizar um evento em outubro em uma praça de belo horizonte e na visita à ela descobrimos que melhor local não haveria, ânimos renovados. decidi abraçar o meu colega do segundo andar e acabei descobrindo que ele passou em primeiro lugar no vestibular – a saudação acabou valendo por parabéns.

realmente, acho que a felicidade está por todos os cantos. e estamos todos colhendo boas novas.

Anúncios