à moda antiga

uso a internet desde os seus primórdios e nesse tempo todo posso dizer que regredi. num bom sentido, claro. lembro-me da época em que propaganda de e-mail era feita através de embalagem de esponja de aço. e, sim, assim eu cadastrei o meu primeiro. e depois fiz tantos outros. era preciso ter novos para cadastrar acessos discados gratuitos (sofrimento), sem contar com os primeiros serviços de chat online.chegam cds e mais cds com programinhas de acesso e assim a vida www era cada mais facilitada e o telefone, mais ocupado no final de semana e depois da meia-noite durante os dias úteis.

mas o que quero contar é agora que uso a internet à moda antiga. não me dou muito bem com o rss. sei que ele facilita (e muito) a vida corrida nossa de cada dia mas, puxa, acho falho o ato de ler posts no reader – nada substitui a velha sensação da leitura moldada no layout do site. já não curto mais o msn, prefiro conversar por e-mail. repetida essa afirmação, acho que já contei isso, eu sei, o que acontece é que eu realmente adoro trocar e-mails! algo tão banal, mas a agilidade dessa ferramenta me encanta. mais do que o messenger! talvez porque ele não tenha a pressão do status, gosto da privacidade. a resposta às escuras me deixa mais tranquila. e a enorme caixa, que permite anexos, formatação e imagens também contribui para a minha simpatia.

me agrada a rotina de digitar o nome do site favorito, clicar em botões de atalho que criei no firefox, também adoro ver o layout de todos eles, mesmo que sejam os mesmos… posso dizer que sou uma usuária à moda antiga?

Anúncios