quietude

percebo uma onda de vento que percorre solitária sua jornada ininterrupta. recorto gravuras coloridas das revistas sem pensar no que ainda há por vir. falo menos para dar tempo de ouvir todas as histórias que aquela senhora tem pra contar. observo as passadas cada vez mais silenciosas do cachorrinho que vive logo ali. copio uma receita qualquer no grande bloco de papel e imagino a cada 5 minutos o momento em que a farei de surpresa para o namorado. desenho uma forma híbrida e acabo encontro uma orgânica.

vivo quieta anotando o mundo.

Anúncios